Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Entidades, Estado e Município firmam compromisso com Plano Viver sem Limites.  (Foto: Natália Souza/G1)Os deficientes físicos de Alagoas ganharam um reforço nos investimentos em acessibilidade e inclusão social. A ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, veio até Maceió nesta segunda-feira (26) para lançar o programa Viver sem Limite. 37 municípios alagoanos aderiram ao plano que possui o envolvimento de 16 ministérios para a execução das ações.

Sem revelar valores do quanto será investido pelo governo federal, Maria do Rosário, afirmou que o plano se trata de humanização dos direitos dos deficientes. "Esse é um trabalho apaixonante, pois mais do que investir recursos, esse plano tem o objetivo de viabilizar o direito de cada deficiente físico de Alagoas. Precisamos adaptar a forma como exergamos o mundo e mudar a consciência das pessoas em não olhar os deficientes como coitadinhos, mas assegurar que seus direitos sejam garantidos", afirmou.

O Programa Viver sem Limite possui quatro eixos: acesso à educação, inclusão social, atenção à saúde e acessibilidade, que interagem entre si. De acordo com a ministra, o plano está sendo implantado neste ano em Alagoas, mas o estado já vem recebendo recursos para a inclusão social dos deficientes.

Investimentos
De 2011 até este mês foram cerca de 587 escolas selecionadas para receber adaptações de mobilidade e salas de aulas inclusivas em Alagoas. Aproximadamente 50 municípios do estado receberam 68 ônibus adaptados aos deficientes físicos. Um centro referencial de atendimento a pessoas com deficiência é uma das ações que consta no projeto.

O governador do estado, Teotônio Vilela Filho (PMDB), ressaltou que o estado está comprometido para a efetividade do plano. "Criamos um comitê que envolve seis secretarias do Estado, como a de Educação, Esporte e Lazer, Assistência Social, Saúde, entre outras, que vão acompanhar os planos do programa na capital e no interior. Haverá uma busca ativa das demandas em cada município. É muito importante essa parceria entre o governo federal, estado e os municípios através da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA)", disse.

"O projeto busca não só dar acessibilidade aos deficientes, mas dar um apoio às instituições e abrigos que recebem pessoas com algum tipo de deficiência, a exemplo da Pestalozzi, e Adefal, dos Amigos dos Autistas", completou Vilela.

A deputada estadual Rosinha da Adefal (PTdoB) destacou a importância da assinatura do convênio. "Que os discursos aqui hoje não fiquem só na solenidade, mas se concretizem em ações, que os prefeitos lutem por recursos para viabilizar qualidade de vida para pessoas com deficiências. Como deficiente e parlamentar, essa bandeira será sempre minha. Precisamos juntar forças para garantir cultura, lazer, esporte e educação".

Durante a solenidade, crianças com Síndrome de Down do Balé Especial da Associação Pestalozzi realizaram uma apresentação artística que emocionou a plateia e mesa de honra. Cadeiras de rodas especiais também foram distribuídas a crianças com deficiência de locomoção.

Comentários (0)

Classificado 0 em 5 com base em 0 votos
Ainda não há comentários publicados aqui

Deixe seus comentários

  1. Publicar comentário como convidado.
Rate this post:
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhe sua localização
Digite o texto apresentado na imagem abaixo