Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Funcionária da Câmara testa elevador que será usado para deputados acessarem a tribuna. Ao todo, o custo da adaptação no plenário da Câmara foi de R$ 48.350, incluindo a instalação do elevador, o treinamento dos funcionários e a manutenção do equipamento.

Segundo a deputada federal Mara Gabrilli, que é tetraplégica, a promessa da Câmara é de que as obras necessárias para o acesso à mesa – local onde sentam o presidente e os demais dirigentes da Casa durante as sessões – serão feitas em julho, durante o recesso parlamentar do meio do ano.
- As obras na tribuna não são suficientes, tem muita coisa para fazer ainda. Inclusive no próprio plenário ainda precisa fazer um elevador que leve até a mesa diretora. Não houve tempo hábil neste recesso.
Ex-vereadora na capital paulista, Mara ameaçou não assumir o cargo em Brasília caso as obras para acessar a tribuna não fossem concluídas antes da reabertura da Câmara. Além dela, Rosinha da Adefal e Walter Costa são os outros dois deputados cadeirantes eleitos em outubro.

Gostaria de informar que temos tres representate na camara dos deputados vamos acompanhar e apoiar  , a camara não estava preparada para que deputados com P.N.E assumise teve realizar modificações as pressa e mais um avanço nas nossa conquista.

São eles. Mara Gablili, Rosinha da adefal e  Walter Costa.

Comentários (0)

Classificado 0 em 5 com base em 0 votos
Ainda não há comentários publicados aqui

Deixe seus comentários

  1. Publicar comentário como convidado.
Rate this post:
0 Caracteres
Anexos (0 / 3)
Compartilhe sua localização
Digite o texto apresentado na imagem abaixo